20 de nov de 2009

Prototype - um parkour surreal

Prototype conta a história de Alex Mercer, um homem infectado por um vírus que o deixa com poderes sobre-humanos. Porém esse vírus se espalha pela ilha de Manhattan fazendo com que a população se transforme em uma espécie de zumbi. Alex quer a todo custo descobrir quem fez isso e porque ele é diferente dos demais infectados, mas para isso ele precisará absorver a memória de diversos personagens e realizar várias missões durante o jogo.

O interessante é que além de absorver as memórias ele consegue também absorver características físicas dos personagens transormando-se em qualquer um. Isso facilita muito na hora em que precisamos nos esconder dos militares.
Para acabar com os inimigos Alex possui vários poderes que podem ser adquiridos durante o jogo, dentre eles garras super afiadas. Wolverine perto dele não passa de um cara com cabelo estiloso. ;)


Jogabilidade: Fantástica. Os jogos de PS3 e Xbox tem a fama de serem difíceis e de fato a maioria se encaixa neste padrão. Mas o Prototype é tranquilo. Não precisa aprender e decorar milhões de combinações de teclas para conseguir jogar. Ele conta com os modos Easy, Normal e Hard deixando todos os estilos de gamers satisfeitos.
O efeito slow motion que ocorre nas lutas permite que o jogador veja exatamente o que aconteceu e tenha tempo de pensar como agir. Esse estilo Matrix dá um toque especial e permite que o jogo seja legal não apenas para quem joga mas também para que assiste.

História: A história é simples e prática. Ele está infectado e coisas começam acontecer com seu corpo que nem ele entende. Praticamente um adolescente na puberdade :P. Os diálogos são simples sem muito "bla bla bla whiskas sachê". Ao decorrer do jogo o quebra-cabeça vai sendo montado.

Gráficos: Li resenhas em blogs falando mal dos gráficos de prototype. Ok não é um dos melhores mas eu achei fantástico! Talvez por ser uma jogadora que vem do Atari, "Nintendinho", DS e Wii, mas mesmo assim adorei o cenário e principalmente os efeitos com explosões e poderes.
Já os personagens secundários não são lá muito bonitos. Mas não se preocupem, o Alex Mercer é bem afeiçoado e lembra um pouco o personagem principal de Assassin's Creed usando aquele capuz, como podem ver aqui ao lado. =D
Outra coisa que você percebe é tem vários civis e militares iguais. Criaram alguns modelos de personagens que aparecem diversas vezes até no mesmo local, como se fossem clones.
Mas quanto à isso tudo bem pois sabemos o quanto seria inviável tecnicamente criar milhares de personagens para o jogo.

Diversão: Este é um ponto importante principalmente para não-gamers. Sabe quando você está com vontade de sair atropelando aquele pessoal na rua que anda como lesma ou que anda em diagonal atrapalhando todo mundo e batendo em você? Pois bem aqui é possível passar pelas pessoas como se elas fossem pinos e você uma devastadora bola de boliche. É gente voando para todo lado =P
O ponto alto do jogo para mim é que Alex também sobe em prédios correndo! Sim, ele corre para cima, salta e desafia a gravidade tornando este jogo um parkour surreal e apocalíptico!
Vale a pena também lembrar que Alex pode pular muito alto e depois planar até o chão ou até outro edifício. A cidade tem uma vista linda!

Vale lembrar que este jogo está disponível para PS3, Xbox e PC!

Depois de ver tudo isso você pode pensar: Ah mas esse tipo de jogo é muito violento. Até é, mas é algo tão irreal e absurdo que você nem sente nojo ou algo do tipo. Eu admito que sempre tive um certo preconceito com jogos ao estilo GTA, mas garanto que só quem jogou poderá de fato julgar.
Apenas assistir pode passar a impressão que este tipo de game poderá deixar os jogadores violentos, mas sinceramente acho que isso depende da cabeça de cada um.
Eu fico até mais calma jogando, e em jogos como Prototype ou Mortal Combat Armageddon é tanto sangue que não parece nada com a realidade e sim mais um filme trash onde a diversão é garantida!

Nota: 9

Curiosidades:

  • Aí vai um clipe bem legal do jogo com uma música que adoro:



  • É fã de Prototype como eu? Então fica a dica para pedir de presente de Natal:

  • Cosplay de Alex Mercer na Otakon 2009, adorei!!!


PS: Faço questão de não ganhar o troféu Nice Guy.
Que graça tem terminar o jogo consumindo 10 civis ou menos?


  • Ficou curioso? Então olha a abertura do jogo:

Um comentário:

py disse...

kra esse jogo e muito loko,uma das razoes de eu comprar um xbox 360 foi essa maravilha que activision se emcaregou de comprar