16 de abr de 2011

EAD e seus mitos

Trabalho com EAD a um bom tempo e sempre me surpreendo com o preconceito que ainda há em relação à esta modalidade de ensino. Talvez isso aconteça devido à mau-caratice das empresas caça-níqueis que preocupam-se apenas em vender diplomas. Mas vamos combinar que isso também acontece no ensino presencial.


Existem cursos de graduação e de pós-graduação que não poderiam/deveriam utilizar esta metodologia apenas - até por exigir uma parte prática presencial ou contato direto - mas ainda assim há um grande leque de matérias e cursos que podem muito bem se encaixar ao modelo de e-learning. O segredo é ter um material apropriado, uma instituição que se preocupe com o aluno, seriedade, autonomia, comunicação frequente entre alunos e professores e muita força de vontade.

Enquanto o aluno EAD precisa ter muita perseverança para não desistir, os docentes precisam redobrar a atenção e os cuidados com os alunos, conhecendo cada um deles na medida do possível.

Não dá para fazer um curso e deixar 200 ou 300 alunos em uma única sala. Quem já fez cursinho pré-vestibular deve saber como é desagradável ficar amontoada com um monte de gente numa sala, onde o professor nem sabe o seu nome. Em um curso a distância não é diferente. Cuidar dos alunos é importate para evitar evasão e motivá-los.



Já que a educação a distância é tão diferente e está em constante mudança, irei sempre que possível postar novos links por aqui que tratem do assunto. Este post servirá de repositório para sites voltados à EAD: cursos, informações, dicas e o que mais eu encontrar de interessante.

Informações


Cursos que recomendo

2 comentários:

Marcio disse...

Pois é... eu venho a um tempo pensando em fazer meu curso a distância... como trabalho durante o dia só posso estudar pela noite... e simplesmente não ando tendo ânimo de ir pra sala de aula ainda ter que aturar a galera que é meio bagunceira. Fora que eu acho que prefiro aprender as coisas no meu próprio tempo. Acho que grande parte dos professores não adota uma metodologia de ensino similar e há ainda um despreparo por parte deles em preparar um material para estudo prévio. Acho que o ensino à distância meio que força o professor a fazer isso.
Apesar de tudo tenho medo de um dia o empregador ver que eu fiz o curso a distância e ter um certo desprezo pelo meu diploma...
Valeu pelos links vou dar uma pesquisada e ver o que faço da vida ;)

Bruna disse...

Márcio, não sei que curso terias interesse em fazer a distância mas posso afirmar que, dependendo da área, vale a pena.
Quanto à preconceito, isso sempre vai ter. Ainda sinto que há mais preconceito contra cursos tecnólogos do que contra cursos a distância, mas nos dois casos as pessoas ainda "olham torto".
A questão é: Entre evadir num curso presencial por falta de paciência ou terminar um curso a distância que seja bom, fique com a última opção :)